-| footerfacebookicon   footertwittericon  footerrssicon

Arquivos Mensais: Setembro 2014

Hipotireoidismo

Dicas Lab Animal_04

Muitas pessoas não sabem, mas animais também podem apresentar distúrbios na tireóide e desenvolver por exemplo: hipotireoidismo!

Geralmente o cachorro ou gato ganham peso, podem ter queda de pelos ou modificar a cor da pele e apresentar feridas, podem sentir mais frio, procurando ficar deitado ao sol ou em lugares mais quentes e ficam menos ativos e mais sonolentos do que o normal.

Isso tudo acontece porque os hormônios da tireoide influenciam muito no nosso metabolismo e se eles estiverem diminuídos as nossas células irão trabalhar lentamente e consequentemente aparecem os sintomas!

Alterações na glândula tireóide como inflamação, atrofia, tumor, entre outras coisas e até alterações em outras glândulas que influenciam ela, como por exemplo a hipófise, podem ser o motivo da diminuição na produção dos hormônios da tireóide e para saber exatamente o que está causando essa diminuição é necessário fazer exames laboratoriais, como ultrassom e dosagem destes hormônios no sangue e se necessário até punção ou biópsia da tireóide.

Os hormônios da tireóide são: T3, T4 e T4 livre, quando estes estiverem baixos, o médico veterinário continuará investigando a causa para fechar o diagnóstico, pedindo mais exames.

Geralmente o prognóstico é favorável, porque facilmente pode ser tratada com medicação oral e geralmente as alterações melhoram logo. O animal precisa ter acompanhamento veterinário para sempre e terá uma ótima qualidade de vida.

Então estejam sempre atentos as mudanças de comportamento e levem seus pets pelo menos duas vezes por ano ao veterinário que após a consulta, quando necessário irá pedir exames complementares e garantir que tudo esteja dentro dos níveis de normalidade para a espécie!